O cabelo anda caindo muito? Então, provavelmente você pode estar sofrendo de um problema bastante frequente: queda de cabelo excessiva.

Porém, é importante que cada caso seja investigado detalhadamente. Afinal, existem diversas causas que desencadeiam essa condição clínica nas pessoas.

Hoje, você vai aprender as principais causas e quais são os tratamentos disponíveis para a queda de cabelo excessiva?

Vamos lá? Então, continue conosco e ótima leitura!

Queda de cabelo: quando saber se a perda dos fios é excessiva?

A queda de cabelo pode ocorrer de forma natural. Neste cenário, é esperada uma queda de, aproximadamente, 100 a 150 fios por dia. 

Porém, esse número tende a variar em certas situações, como você verá nos tópicos abaixo, e muda de pessoa para pessoa.

Considera-se, portanto, uma queda de cabelo excessiva, quando mais de 200 fios são perdidos diariamente. 

Quando realmente devemos nos preocupar com a queda de cabelo?

Antes de aprofundar seus conhecimentos sobre o assunto é importante mencionar que o cabelo possui uma fisiologia própria de crescimento – o qual consiste em três fases. São elas:

  • fase de crescimento, a qual pode durar até 6 anos;
  • fase em que o cabelo chega ao ápice do crescimento;
  • fase conhecida como “repouso”, levando-o a uma queda de cabelo (com duração de até 6 meses).

Importante ressaltar que nem todos os ciclos se encontram na mesma fase de crescimento e que, para crescerem de forma sólida, são necessários nutrientes e vitaminas, as quais irão conferir mais brilho e força aos cabelos.

Inclusive, esse é o principal motivo pelo qual existem excelentes tratamentos completos para a queda de cabelo excessiva, como os produtos da linha Imecap® Hair, por exemplo.

Causas da queda de cabelo excessiva

Sem dúvida, existem diferentes causas para a queda de cabelo excessiva. Inclusive, identificá-las não é uma das tarefas mais fáceis. 

No entanto, a literatura médica tem mostrado algumas evidências que são frequentemente associadas à queda de cabelo excessiva. 

Abaixo, elencamos as principais. Acompanhe!

Estresse e ansiedade

A saúde mental nunca esteve tão em pauta quanto ultimamente, não é mesmo? Isso porque, o seu agravo pode desencadear diversas doenças físicas e emocionais.

Além disso, algumas condições, como o estresse e a ansiedade, são fatores que contribuem ainda mais para a queda de cabelo excessiva. 

Uso de produtos químicos no cabelo

Para os mais vaidosos, essa informação é valiosa: o uso frequente de produtos químicos no cabelo, como alisantes e tinturas pode provocar queda de cabelo e, inclusive, acentuar quedas já existentes.

Além disso, a realização recorrente de procedimentos à base de formol também são fatores que contribuem para a queda de cabelo excessiva, pois tende a deixar os fios mais quebradiços e secos.

Alimentação com baixa ingestão de nutrientes e vitaminas

Com a correria do dia a dia, é quase impossível manter uma alimentação saudável e equilibrada, a qual seja possível atender às recomendações nutricionais de cada pessoa.

Neste cenário, a falta de vitaminas e nutrientes, como zinco, ferro, proteína, vitamina C e A etc., contribui de forma significativa para a queda excessiva de cabelo.

Andropausa ou menopausa

“Tá frio. Tá calor”. Acredite, as alterações hormonais causam bem mais do que oscilações na temperatura corporal.

Tanto a menopausa – interrupção natural da menstruação, por meio do envelhecimento – quanto a andropausa – um tipo de “menopausa masculina”, fazendo com que os testículos tenham uma produção reduzida de testosterona – podem promover uma acentuada queda capilar.

Em certos casos, diga-se de passagem, principalmente quando há queda de cabelo excessiva, pode ser que haja a necessidade de reposição hormonal.

Para isso, um endocrinologista deve ser consultado. Assim, o paciente será capaz de sanar todas as suas dúvidas sobre o assunto e, por fim, conhecer a melhor conduta terapêutica.

Covid-19

Algumas pesquisas realizadas com pacientes com Covid-19 e sintomáticos, mostraram uma perda de cabelo bastante significativa semanas após a infecção pelo vírus. 

Tais estudos apontam uma relação da queda de cabelo excessiva com a produção de substâncias pró-inflamatórias que ocorre durante a infecção.

Por outro lado, evidências recentes sugerem que a queda capilar esteja relacionada à ansiedade, estresse e até mesmo à febre, fatores que estão bem presentes nesta situação.

Tratamentos e produtos para queda de cabelo excessiva

Com a importância que o tema ganhou ao longo dos anos, hoje, existem tratamentos completos para a queda de cabelo excessiva e que não causam prejuízos à saúde do paciente.

Alguns, como os da linha Imecap® Hair, por exemplo, são formulados com importantes nutrientes que atuam de dentro para fora, ajudando no crescimento saudável e fortalecimento dos cabelos e das unhas.

Inclusive, um dos tratamentos mais eficazes quando se tem queda de cabelo excessiva é o Imecap® Hair Max, o qual possui uma fórmula exclusiva, com colágeno hidrolisado e dois importantes aminoácidos: cisteína e a L-cistina, os quais agem na produção da queratina do cabelo.

Vale ressaltar que todos os produtos da Imecap® Hair são:

  • hipoalergênicos
  • eficácia comprovada;
  • sem parabenos;
  • dermatologicamente testados;
  • anticaspas.

Conheça toda a linha de produtos da Imecap® Hair e descubra como ter cabelos mais fortes, brilhosos e saudáveis!

Doenças que causam queda de cabelo excessiva

Sim, nem só estresse e ansiedade são fatores que desencadeiam queda de cabelo excessiva. Na verdade, algumas doenças podem desenvolver essa condição, tais como:

  • infecções fúngicas;
  • disfunções na tireoide;
  • sistema imunológico comprometido;
  • calvície;
  • sífilis secundária;
  • anemia ou demais deficiências nutricionais;
  • desequilíbrio hormonal;
  • câncer (quaisquer tipos, principalmente durante o uso de quimio ou radioterapia);
  • lúpus eritematoso.

Alimentos bons para queda de cabelo excessiva

Os alimentos que contribuem para evitar a queda de cabelo excessiva são, geralmente, aqueles que são ricos em vitaminas e proteínas, tais como peixes, soja, vegetais verde-escuros, ovo etc. 

Além disso, alimentos ricos em antioxidantes também auxiliam no combate à queda de cabelo. Afinal, eles fortalecem os fios capilares e hidratam o couro cabeludo. 

Lembre-se: nem sempre conseguimos alcançar todas as recomendações nutricionais via alimentação convencional.

Neste cenário, pode ser importante utilizar suplementos vitamínicos para alcançar as doses necessárias de nutrientes e vitaminas.

Conclusão

Hoje, você foi capaz de aprofundar os seus conhecimentos sobre queda de cabelo excessiva, bem como quais são as principais causas.

Inclusive, teve a oportunidade de conhecer alguns tratamentos bastante promissores no que diz respeito à queda de cabelo – tanto em homens quanto em mulheres.

Dessa forma, a linha Imecap® Hair surge com a proposta de revitalizar o seu cabelo, proporcionando mais brilho, força, resistência e, assim, diminuindo a queda capilar.

Acesse o nosso site e conheça a linha completa que a Imecap® Hair desenvolveu para a saúde dos seus cabelos!

Tags:

Compartilhe esse post com seus amigos!

[kadence_simple_share]

Você também pode gostar

Mulher utilizando Imecap Hair Gummy

Compartilhe esse post com seus amigos!

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit. Nulla rutrum odio risus, egestas fermentum tortor scelerisque sit amet. Nullam cursus, quam et aliquet cursus, libero neque vestibulum eros,…

Você também pode gostar